GR7 NOTÍCIAS

Bolsonaro recebe Maurício Souza, atleta da Seleção Brasileira de vôlei

 


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e um de seus filhos, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), receberam nesta terça-feira, 24, o jogador da Seleção Brasileira de vôlei Maurício Souza, que jogou nas Olimpíadas de Tóquio.

Maurício, que é apoiador declarado do presidente, compartilhou vídeos enquanto dirigia a Brasília para, segundo ele, encontrar “pessoas que admiro muito, sou muito fã”.

Ele visitou o gabinete de Eduardo na Câmara dos Deputados e em seguida foi recebido no Palácio do Planalto pelo chefe do Executivo federal.

Após o encontro, ele elogiou os dois políticos: “Fui hoje visitar o presidente e o Eduardo. Foi sensacional, um dia histórico na minha vida”, disse ele. “Só reforçaram o que eu achava deles. Pessoas como a gente. É impressionante a humildade, o carinho com os funcionários, com todos. Sensacional. Tamo junto, obrigado. Tô muito feliz.”

O encontro não estava previsto na agenda oficial do presidente da República e foi divulgado por postagens em redes sociais do atleta e do deputado Eduardo.

Após os Jogos Olímpicos de Tóquio, quando a seleção masculina de vôlei deixou a competição sem nenhuma medalha, Maurício agradeceu em seu perfil no Instagram o apoio do presidente aos jogadores.

O atleta publicou no início de agosto um vídeo com mensagem de Bolsonaro torcendo pela medalha de bronze para a equipe brasileira, que acabou não vindo.

“Olá, Maurício. Olá, equipe olímpica de vôlei do Brasil. Realmente, o vôlei nos orgulha há muito tempo. Estou torcendo por essa medalha de bronze, que pra nós vale como se fosse de ouro, porque reconhecemos o trabalho de todos vocês. Não é fácil treinar e a responsabilidade é muito grande, o nível mundial é enorme. Acreditamos em vocês. Nós te amamos! Valeu, Maurício. Valeu, equipe!”, afirmou o chefe do Executivo federal no vídeo publicado pelo jogador.

Maurício respondeu a mensagem lamentando a derrota para a Argentina: “Infelizmente não conseguimos o resultado, vamos continuar sempre lutando pela nossa nação. Grande abraço, capitão”.

O Brasil foi batido pelos hermanos por 3 sets a 2 e ficou sem medalha pela 1ª vez desde as mpíadas de Sydney, em 2000.

(*) Com informações do Metrópoles

Nenhum comentário