GR7 NOTÍCIAS

Após serem chamados de 'Baderneiros', população de Presidente Figueiredo vence disputa contra Prefeitura em 4 dias de manifestações

Após quatro dias de manifestações por meio de protestos, publicações em redes sociais e interdição de vias de forma pacifica, assegurados pelo artigo 5° da constituição federal, a população de Presidente Figueiredo, no Amazonas, venceram uma quebra de braço contra o diretor da EMTU, Moisés Barbosa, que de forma alterada, tirou de circulação o ônibus de propriedade do sr. Jhorney.

De acordo com o diretor da EMTU, Moisés Barbosa, a documentação do veículo estava em atraso, mas o que causou revolta na população foi a forma arrogante, alterada e desnecessária em que Moisés fez a abordagem.

As manifestações em apoio ao motorista duraram cerca de quatro dias, policiais fortemente armados se fizeram presente na manifestação que seguia de forma pacífica, sem a necessidade da exibição de armamento de fogo, segundo varias testemunhas que entraram em contato com o site GR7 Notícias.

De acordo com alguns manifestantes, a Prefeitura de Presidente Figueiredo, assim como a Câmara Municipal ignoraram a população. Somente na manhã de hoje, 21, o vice-prefeito, Anderson Leal, resolveu intervir e apresentar uma solução provisória.

Jhorney teve seu veículo de trabalho devolvido e vai adquirir um novo modelo que será facilitado pela prefeitura junta a documentação regularizada.

Um portal de notícias local chegou a chamar os manifestantes de ‘baderneiros’, o mesmo portal que faz promoção das ações realizadas pela atual gestão do município e ignora os buracos, a situação precária em que se encontram as vias de trânsito na terra das cachoeiras e denúncias de contratos milionários feitos pelo executivo municipal.



Veja Vídeo da chegada do Ónibus na comunidade em que serve de transporte coletivo:


 

Nenhum comentário